Diferenças e vantagens dos modelos de negócio B2B e B2C

Um dos primeiros passos a serem tomados por uma empresa de e-commerce é definir qual será o seu modelo de negócio e o seu público alvo. Para muitos empreendedores, essa fase ainda é cheia de dúvidas, por isso resolvemos detalhar os dois principais modelos de negócio para auxiliar você que pensa em investir no mercado eletrônico.

BUSINESS TO BUSINESS

B2B ou Business to Business, é o termo em inglês utilizado no comércio eletrônico para definir transações comerciais entre empresas. Em outras palavras, é a plataforma de e-commerce onde uma empresa (indústria, distribuidor, importador ou revenda) comercializa os seus produtos para outras empresas.

Pedido eletrônico

No B2B a compra é mais rápida e prática, já que uma grande parte dos clientes são fixos e já possuem cadastro interno na loja, dados como endereço e forma de pagamento já ficam registrados. Sendo assim, o cliente já entra no site logado e com acesso a todas as informações como preço, descontos e frete, isso elimina a necessidade de acrescentar detalhes ao seu produto, diminuindo a quantidade de etapas da compra, se comparado a outro modelo de nogócio.

Controle de descontos e formas de pagamento

Os descontos podem ser organizados por tabela, e cada cliente pode ser encaixado em determinada tabela de acordo com os critérios estabelecidos pelo administrador. Esse desconto é contabilizado automaticamente no carrinho da empresa-cliente no momento da compra. Além da forma tradicional de pagamento pelo cartão de crédito, também disponibilizamos a forma de pagamento via boleto bancário, que é muito útil principalmente para empresas de pequeno porte.

Vendas para CNPJ ou/e para CPF

A maioria das vendas em B2B são feitas em atacado, porém, a ferramenta oferece ao administrador da loja a opção de vender seus produtos em unidade caso seja necessário. O administrador pode escolher se quer vender apenas para empresas (CNPJ) ou se também quer disponibilizar seus produtos para pessoas físicas (CPF).

Novos clientes

A grande maioria dos clientes no modelo B2B são clientes já fidelizados, porém a plataforma está preparada para a chegada de novos clientes. Cada novo cliente que faz cadastro no site é encaminhado para o “modelador”, um sistema interno que faz a análise de riscos. Com base nessa análise de riscos o administrador consegue definir o limite de valor e as formas de pagamento que estarão disponíveis para aquele cliente em sua primeira compra.

Controle de estoque

Como as compras podem ser feitas em qualquer horário, muitos administradores se preocupam em como fazer o controle do estoque, principalmente se um cliente faz uma compra grande em um horário incomum. Para isso, contamos com uma integração entre o nosso sistema e o CRM da empresa, o que possibilita que o nosso sistema faça uma leitura do sistema da empresa, fazendo diariamente um relatório de estoque.

Carga negativa

Para dar ainda mais segurança ao estoque de produtos da empresa, criamos a “carga negativa” que é a quantidade de produtos em estoque menos a quantidade que o administrador considera ser uma margem de segurança. Um exemplo: suponhamos que uma empresa tenha 50 unidades de determinado produto, mas sua margem de segurança seja uma quantidade mínima de 10 produtos em estoque, assim o sistema fará a subtração 50-10=40, e disponibilizará 40 unidades para venda no site, dessa forma a margem de segurança estará sempre disponível no estoque.

--

BUSINESS TO CONSUMER

B2C ou Business to consumer é o comércio eletrônico que acontece diretamente entre a empresa produtora, vendedora ou prestadora de serviços e o consumidor final. O público é o cidadão comum, pessoa física que procuram desde eletrodomésticos a roupas, passando por uma infinidade de possíveis produtos e serviços.

Acesso global e comunicação instantânea.

Uma característica comum entre todos os modelos de e-commerce é que nesse tipo de negócio o alcance é global. Não existem limitadores geográficos e nem de horários. Diferente de uma loja física, qualquer pessoa no país pode acessar seu site, em qualquer momento e fazer uma compra. A comunicação entre a empresa e o cliente também é instantânea, possibilitando o suporte e a troca de informações em tempo real.

Investimento

No e-commerce toda a estrutura de que você precisa está online, eliminando o custo (relativamente alto) de alugar um imóvel, contratar funcionários, e fazer a manutenção. No comércio eletrônico a loja virtual é completamente customizável, e pode ser facilmente atualizada sempre que houver necessidade, por um valor menor ao que seria gasto em uma loja física.

Gestão

As lojas online contam com uma série de ferramentas digitais para te ajudar a lidar com o negócio do dia-a-dia. É possível adotar sistemas de gestão coorporativa, assim tudo o que você precisa é detectar as ameaças e oportunidades para o desenvolvimento do seu negócio.

Tendência no mercado

Mesmo com o contexto econômico não favorável ao brasileiro, o e-commerce cresce a cada ano. Em 2016 foram 53,4 bilhões de reais em faturamento, e só no primeiro semestre de 2017, antes mesmo da Black Friday e do natal, já havia movimentado 21 bilhões. Para 2018 a projeção de faturamento é de 69 bilhões de reais.

Foco no mobile

Dispositivos móveis como tablets e celular são cada vez mais onipresentes e poderosos, e são um dos meios mais utilizados para acesso a internet. No nosso modelo de loja virtual, o cliente consegue realizar todas as etapas da compra com seu tablet ou smartphone.

Ferramentas de apoio

Muitas ferramentas disponíveis na plataforma de e-commerce B2C ajudam a aumentar o resultado da sua empresa e facilitam a sua vida e a do seu cliente, como o controle de estoque, o calculo de frete automático, os diversos meios de pagamento e a integração com o Facebook.


2RS Oficial © 2018 - Todos os direitos reservados
Ir para o topo