Com o conhecimento adquirido, é bem provável que a equipe trabalhe no software de direitos autorais do Facebook, que atua mais ou menos como a ferramenta do YouTube que permite aos criadores assinarem os conteúdos produzidos por eles para bloquear uploads não autorizados ou obter a renda gerada por eles.

Até o momento, não há uma data específica para que esses recursos sejam disponibilizados para os usuários da rede social.

FONTE(S) TECHCRUNCH/JOSH CONSTINE